Lucro do Banrisul cresce 31% e chega a R$ 320 mi

O Banrisul lucrou R$ 320,0 milhões no 1º trimestre de 2019, alta de 31,1% em relação ao mesmo período de 2018 e de 6,6% no trimestre. Assim, o retorno sobre o Patrimônio Líquido do banco (ROE) foi de 18,7%, com aumento de 4,3 p.p. em doze meses. Segundo o relatório, o resultado reflete a estabilidade da margem financeira, a diminuição de despesas de provisão para créditos de liquidação duvidosa e despesas administrativas, o aumento das receitas de tarifas e serviços, além da queda nos tributos sobre o lucro, com a redução de alíquota em janeiro de 2019.

Em dezembro de 2018, o banco lançou o Plano de Desligamento por Aposentadoria Voluntária (PDAV), para empregados já aposentados ou aptos a se aposentar, com período de adesão de 04/12/2018 a 19/12/2018 e para desligamento entre 07/01/2019 e 15/03/2019. De acordo com o relatório, 600 empregados aderiram ao Plano, com custos provisionados em 2018, de R$ 86,5 milhões. Em razão disso, ao final de março de 2019, a Instituição contava com um quadro de 10.182 empregados, com fechamento de 550 postos em relação a março de 2018. A rede de agências permaneceu estável, mas, o total de postos de atendimento, bancários e eletrônicos, foi reduzido em 55 unidades.

As despesas com pessoal, acrescidas da PLR cresceram 4,8% em doze meses, atingindo R$ 527,7 milhões, enquanto as receitas de prestação de serviços e de tarifas bancárias cresceram 2,0% e totalizaram R$ 490,7 milhões. Assim, a cobertura das despesas de pessoal pelas receitas de prestação de serviços e tarifas (receitas secundárias do banco) foi de 92,99%, no período.

Segundo os destaques das demonstrações financeiras do Dieese, os ativos totais cresceram 8,5% em doze meses, totalizando cerca de R$ 77,9 bilhões, permanecendo estável no trimestre. O patrimônio líquido cresceu em 3,5% em relação a março de 2018, chegando a, aproximadamente, R$ 7,4 bilhões. A carteira de crédito ampliada do banco apresentou crescimento de 7,7% em doze meses, totalizando a R$ 34,8 bilhões.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 15 =