8º Baile de Casais – 80 anos de História do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul

O Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul e Região comemorou no sábado, dia 24 de outubro, 80 anos de história e luta. O aniversário foi assinalado com a realização do Baile dos Bancários, no salão de festas da igreja Nossa Senhora da Saúde. Quase 700 pessoas estavam presentes no evento, que teve direito a bolo e “Parabéns pra Você”. No próximo dia 29 de outubro haverá uma sessão solene da Câmara dos Vereadores de Caxias do Sul em homenagem aos 80 anos do sindicato. A cerimônia acontece às 19h30.

Na noite de comemoração, o coordenador de Organização e Política Sindical da entidade, Nelso Bebber, lembrou a todos algumas passagens importantes da luta bancária, destacando o papel fundamental do sindicato na luta pelos direitos da categoria, assim com as conquistas alcaçadas ao longo destas oito décadas.

A importância das lutas dos bancários, o papel político-sindical e econômico da categoria e a evolução do sindicato caxiense serão contadas em livro que está sendo elaborado pelo historiador Marcelo Caon, que é bancário e integrante da diretoria da entidade. O livro será lançado no mês de novembro de 2015, ainda sem data definida.

História
Fundado em 24 de outubro de 1935, por 39 bancários. No período de 1936 à 1945 filiaram-se ao Sindicato 165 bancários, dos quais 93,94% homens e apenas 6,06% mulheres. Hoje o sindicato conta com cerca de 1,2 mil associados e é responsável local pela mobilização e lutas travadas pela categoria, assim como os constantes benefícios conquistados ao longo das campanhas salariais.

Entre as primeiras medidas encaminhadas pela direção do Sindicato estava o pedido para que o Ministério do Trabalho fiscalizasse o cumprimento da jornada de seis horas diárias e quinze dias de férias. Esses direitos foram conquistados pela categoria e transformados em Lei através dos decretos 23.322, de 3 de novembro de 1933, e 23.103, de 19 de agosto de 1933.

No início da década de 40, o Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul torna-se intermunicipal, integrando as cidades de Garibaldi, Farroupilha, Bento Gonçalves, Nova Prata, Alfredo Chaves, Antônio Prado, Flores da Cunha, Guaporé e Vacaria. Na prática porém, esta expansão não se tornou efetiva devido à falta de condições para o atendimento regional. Já em 1997 os municípios de Ipê, Nova Roma do Sul, Nova Pádua e Picada Café passaram a integrar a base territorial da entidade.

Crédito das fotos: Daniela Xu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =